26 junho, 2008

2 - VIENA, CAPITAL DA MÚSICA ... E DO FUTEBOL

ESPANHA 3 – RÚSSIA 0

Muitos compositores europeus sentiram-se arrebatados pelo encanto e exuberância de Espanha e do seu povo. Transformaram essas impressões em peças musicais que se tornaram famosas e algumas passaram a fazer parte inquestionável de qualquer repertório musical de temática espanhola. Também os grandes compositores russos não fugiram a esse encanto. Tchaikovsky, por exemplo, compôs esta Dança Espanhola para o seu famoso bailado O Lago dos Cisnes.




Hoje, em Viena, a selecção espanhola exibiu-se em grande estilo perante a sua adversária russa. A arte foi primorosa e os artistas estiveram em plano simplesmente magistral. Tenho a certeza que toda a Rússia voltou mais uma vez a encantar-se com esta “dança espanhola”. Será que domingo ouviremos cantar “que viva Espanha"

"El Mundo" - AFP PHOTO / Vincenzo Pinto

1 - VIENA, CAPITAL DA MÚSICA ... E DO FUTEBOL

ALEMANHA 3 – TURQUIA 2

A Alemanha foi pátria de alguns dos maiores génios da música clássica. São tantos os que constituem o seu Panteão de músicos que é difícil a todos enumerar. Desde os mais alegres e divertidos aos mais sérios e circunspectos, de tudo a Alemanha nos ofereceu. Mas ontem a música apresentada perante a Turquia foi do mais puro eruditismo e fiabilidade. Uma obra imaculada e precisa.

Johann Christoph Pachelbel, alemão de Nuremberg também assinou uma obra magistral. Este Canon.

23 junho, 2008

Oposição zimbabwiana desiste das eleições.

O líder do Movimento para a Mudança Democrática, Morgan Tsvangirai, anunciou ontem que desiste de disputar com Robert Mugabe a segunda volta das presidenciais e encontra-se refugiado na embaixada da Holanda. Os partidários da Zanu-PF (no poder) intimidando e agredindo militantes e apoiantes da oposição, levaram Tsvangirai a afirmar: "Não participaremos mais nesta farsa de processo eleitoral, marcado pela violência e ilegítimo".
Ao execrável Mugabe dedico esta música, que talvez lhe amenize os ouvidos cheios de gritos de inocentes liquidados às suas ordens. God Bless Africa, ou melhor God Bless Zimbabwé, pois creio que um dia a paz e fraternidade lá chegarão. God Bless Zimbabwé, retira-te, para sempre, Mugabe.