23 novembro, 2016

O meu artigo de opinião nO ALMEIRINENSE de 1 de julho de 2016
ALMEIRIM CIDADE ATRATIVA
Chama-se poder de atração de uma cidade à influência que ela exerce, através da sua oferta económica e cultural, sobre as populações de um determinado território, que pode ir muito além da sua área administrativa. Almeirim situada em plena lezíria do Tejo é, sem dúvida, um dos polos urbanos de maior atratividade desta sub-região.
É facilmente constatável, e observável, que a nossa cidade é fortemente atractiva para gentes de outros concelhos e freguesias limítrofes, como Alpiarça, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e até mesmo de Santarém. São populações exteriores que regularmente procuram a oferta comercial da cidade (onde as grandes superfícies coexistem com um comércio local cada vez mais pujante e dinâmico), os serviços (banca, seguros, ensino, saúde…), o mercado mensal e outras actividades de cariz mais especializado.
Se estas atividades estendem o hinterland de Almeirim para territórios vizinhos, há dois setores que, para além da atratividade próxima, alargam a procura da cidade a níveis regionais e mesmo nacionais. Refiro-me ao desporto e à restauração. No que concerne à área desportiva Almeirim é uma urbe muito eclética e com um dinamismo invejável, assente nos diversos clubes e associações desportivas que possuímos. Basta ver o número de actividades e eventos que todos os fins-de-semana enchem a cidade. Como a maioria destas práticas se destinam a escalões etários de formação, trazem a Almeirim atletas das mais diversas regiões acompanhados de muitos familiares.
Mas é a restauração o sector que mais alarga a atração de Almeirim para o exterior, com enorme expressão a nível regional e nacional.
Almeirim e a Mealhada são dois dos grandes centros gastronómicos do país, e aqueles que mais atraem pessoas de todos os pontos, e que se deslocam, em muitos casos, com o fim único de usufruir das suas cozinhas. Só que em Almeirim a oferta é muito mais diversificada (temos a sopa da pedra, mas muito mais) e a relação preço/qualidade é muito melhor que a da Mealhada. A importância de Almeirim nesta área foi reconhecida pelo primeiro-ministro António Costa ao escolher Almeirim para assinalar o regresso do IVA da restauração aos 13%, essencial para um ainda maior progresso do sector.
Mas também é da mais elementar justiça referir que, embora o dinamismo de toda a sociedade almeirinense e a generosidade das suas gentes, sem o empenho e o apoio, a todos os níveis, do poder municipal, as dificuldades seriam muito maiores e muitos projectos ficariam eventualmente pelo caminho. A Câmara Municipal tem sido, nos últimos anos, incansável na promoção e desenvolvimento de sinergias que melhorem a qualidade de vida dos seus habitantes e promovam a cidade no exterior.
As gentes de uma terra e a qualidade daquilo que oferecem são fatores essenciais na formação da imagem que as pessoas têm de qualquer terra. Num hipotético ranking assente em parâmetros de credibilidade e boa imagem, tenho a certeza que Almeirim estará entre as melhores.

Sem comentários: